Translate

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Dicas!!!5DIAS de permanência.

(Mendoza)

Se quiser realmente conhecer as melhores vinícolas, apreciando e degustando os bons vinhos da Província de Mendoza, quiser também conhecer os pontos turísticos da capital, que leva o mesmo nome da província e, ainda, fazer o passeio (imperdível) até o Cerro Aconcágua, a segunda montanha mais alta do mundo e a primeira das Américas, o ideal é permanecer na cidade por no mínimo cinco dias, já que as melhores vinícolas da Província se encontram em três localidades distantes umas das outras. (Maipu, Valle do Uco e Lujan de Cuyo).

Almoce na bodega da Família Zuccardi e conheça a da Família Rutini, ambas em Maipú

Em Maipú, tem a vinícola Rutini, também conhecida como La Rural. É a mais antiga da região e possui um museu muito interessante. O ideal é fazer esse passeio na parte da tarde, deixando a parte da manhã para conhecer a Bodega da Família Zuccardi, que pode não estar entre as mais bonitas, mas possui alguns dos melhores vinhos. Além disso, vale a pena aproveitar para almoçar no restaurante da vinícola.

Atenção- Se quiser almoçar no Família Zuccardi, faça reserva com antecedência.

http://www.familiazuccardi.com/

Há dois tipos de menu, o tradicional, que inclui empanadas, saladas, carnes assadas ao estilo portenho e sobremesas e o menu Degustação, que inclui pratos elaborados com ingredientes locais, que variam de acordo com a estação do ano e buscam uma harmonização entre os pratos, vinhos e azeites varietais da Família Zuccardi.


Na parte da tarde, a melhor opção é ir conhecer o museu e degustar vinhos na bodega mais antiga da região, a da Família Rutini, também conhecida como “La Rural”.
É Nesta bodega que pode apreciar como eram fabricados os vinhos de Mendoza nos primeiros tempos. Outra coisa interessante no museu é apermanência os objetos, utensílios e transportes da época, independente de fazerem ou não parte da fabricação de vinhos. É um verdadeiro museu de costumes mendocinos.

Ao Valle do Uco.
É imperdível!

.
As duas vinícolas são a Salenteim e a Andeluza. Mas querendo acrescentar ao programa uma bodega pequenina, bem autêntica, a Altus é a bodega . Ainda no Valle do Uco, tem o restaurante Tupungato Divino que como o último nome diz: divino! Lugar de atendimento personalizado!

www.tupungatodivino.com.ar

Salentim
Impactante!
.
MAIS DOQUE UMA BODEGA: um complexo arquitetônico grandioso, onde o esmero com que se cultivam as uvas se alia a mais avançada tecnologia para se chegar à excelência de um dos melhores vinhos do mundo.
Seu interior subterrâneo é igualmente suntuoso. A iluminação remete àquela que se usa para as obras de arte.
Essa bodega não pertence a argentinos. Ela é de propriedade de holandeses. Dizem que pertence à família real.
No complexo da bodega há também um Centro Cultural, com inúmeras obras de arte.

Bodega Andeluna - Linda, de tirar o fôlego!
A bodega Andeluna talvez seja das bodegas a mais contemplada por seu extremo aconchego, suntuosidade e bom gosto !

Mais tarde tem mais ...