Translate

domingo, 28 de novembro de 2010

Região Vinícola : Leste de São Paulo/Brasil

Leste de São Paulo
Situada a 23ºS 47ºW e entre 700 e 900m de altitude, a região leste do Estado de São Paulo apresenta médias anuais de 1.400mm de precipitação, temperatura de 19,5ºC e umidade relativa do ar de 70,6%. É uma região onde a altitude compensa a latitude, condicionando à prática de uma viticultura de clima temperado. O inverno é ameno, porém sujeito à ocorrência de geadas, e com baixa precipitação pluviométrica. O verão é quente e chuvoso, propiciando a incidência de doenças fúngicas como míldio, oídio e podridões do cacho, entre outras. A área de vinhedos é da ordem de 7.250 hectares e a produção vitícola da região está distribuída em três categorias. Destaca-se num primeiro grupo a produção de uva americana para mesa, com predomínio absoluto da "Niágara Rosada" com uma àrea de parreirais de cerca de 5.100 hectares. Os vinhedos são conduzidos em espaldeira simples que apresentam uma produtividade média neste sistema é de 8 a 10 t/ha, sendo a colheita concentrada em dezembro-janeiro. No segundo grupo estão as uvas européias para mesa, representadas pela cultivar "Itália" e suas mutações "Rubi" e "Benitaka", com uma área de parreirais de cerca de 2.100 hectares. Os vinhedos são conduzidos em latada, com 330 a 625 plantas por hectare, sendo a colheita concentrada nos meses de fevereiro e março. A produtividade situa-se em torno de 30 t/ha. Em terceiro lugar estão as uvas destinadas à elaboração de vinho, com destaque para a Seibel 2. O sistema de condução mais utilizado é a espaldeira simples.