Translate

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Sul de Minas Gerais - Pólos Produtores


Este pólo situa-se a 21ºS 40ºW e altitude em torno de 1.150m. O clima da região caracteriza-se por uma média de precipitação pluviométrica de 1.500mm, temperatura média anual de 19ºC e umidade relativa do ar de 75%. É uma região tradicional no cultivo de uvas de origem americana (Vitis labrusca e Vitis bourquina), com área de produção estabilizada em torno de 350 ha. As principais cultivares utilizadas são "Bordô" (localmente também conhecida por Folha de Figo), "Jacquez", "Ives", "Niágara Rosada" e "Niágara Branca". Aqui a latitude é compensada pela altitude, praticando-se uma viticultura de clima temperado, com poda em julho e agosto e colheita em dezembro e janeiro. O perfil do viticultor da região é de agricultura familiar e tradicional. Os parreirais são conduzidos no sistema de espaldeiras e grande parte implantado em sistema de pé franco (sem o uso de porta-enxerto), nestas condições, a produtividade média da região gira em torno de 8 ton./ha. Quanto a produção de vinho na região, que em sua grande maioria (95%) são vinhos de mesa produzidos com uvas cultivadas na própria região e parte com uvas adquiridas no Rio Grande do Sul. Embora a vitivinicultura do pólo de Caldas e Andradas seja focado na produção de vinhos de mesa e suco de uva, existem ações de empresários e da própria Empresa de Pesquisa e Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais - EPAMIG, no sentido de incentivar a produção de uvas viníferas.