Translate

domingo, 30 de janeiro de 2011

Motivo real para guerrear:Preços Adocicados!


(Esse belo visual fotográfico realizado pela amiga Teresa .)




Outro dia recebi um comentário sobre meu post que terminava falando da esperança de mudarmos os preços , caminhando para isso por uma série de razões que qualquer um conheça sem hipocrisia !

Há uma picaretagem correndo solta abusando dos números altos do mercado de luxo que entre os produtos que me refiro dele , é óbvio que o vinho!!

Não sei se ''discurso gasto nao tem efeito algum'', também não sei se parece utópico esperar que os brasileiros derrubem o sistema ,que vá a luta, quebre paradigmas ...
Poderia começar com um comparativo de preços interminável, mas apenas a argumentação que os produtores nacionais metem a mão e metem a mão sem que os críticos alertem para o fato ,que deveria ser do contra a estes preços astronômicos que só fazem de palhaços os brasileiros do país dos tolos!

O problema de preços é que nunca se paga o que vale ou o que custa, mas sim o que o mercado permite.

Hoje no Brasil tem muita gente com grana no bolso e nenhum gosto formado. Compram por marca, status, pelo visual, e os empresários entenderam isso muito bem e tiram o seu partido.

E a máquina do marketing está ai pra ser usada. Quanto maior a ignorancia, maior o seu poder.
As melhorias econômicas vem muito mais rápido que as culturais. Infelizmente não andam juntas.

A gauchada e o pessoal de Santa Catarina tratam o consumidor brasileiro como otários, iludindo-os por meio de uma estratégia de marketing vencedora, que inclui a cooptação de críticos, blogueiros e deslumbrados.
Agora, infelizmente, vai ficar pior. A única coisa que poderia diminuir a sanha gananciosa dos nossos produtores seria a redução do imposto de importação, o tal choque de competitividade. O governo atual está estudando exatamente o oposto: aumentá-lo para os produtos supérfluos, aí incluídos os vinhos, obviamente. Filme que já assistimos no passado!

Nossos vinhos poderão até melhorar de qualidade marginalmente, mas se tornarão cada vez mais ridículos, quando os compararmos com produtos de preços similares vendidos nos principais países produtores e consumidores.

E falando em governo atual, não é cuspir no Brasil ao compara-lo aos outros países ricos onde pequenos grupos elegem presidentes, onde o povo briga por emprego e para expulsar estrangeiros, onde os impostos comem metade do salário, onde há racismo etc.
O Brasil tem coisas ótimas , problema está quando nossos empresários que decidem copiar o que é feito fora há centenas de anos, coisas tradicionais em seus países de origem, e nos empurrar essas cópias ruins e mal feitas como se fossem melhores que os originais, ou pelo menos é o que o preço indica.
O problema esta numa vasta parcela da população que não luta , no sentido mais literal da palavra, por reformas gerais em todo o sistema político, judiciário, etc.

E sem contar com uma leva de pessoas (cruza com ...)que atribuem uma qualidade muito maior a algo que custa caro...
''Tem o lado do consumidor que paga e acha lindo o tanto que paga'' (vide Oscar Freire).