Translate

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Tecnologia Disruptiva


Aprenda a divulgar a sua marca no Google


Desde que a internet comercial foi liberada, surgiu uma sucessão de ondas e tendências. Muitas se tornaram realidade e outras caíram no esquecimento. Surge agora uma nova onda que são as "agências de links patrocinados" - empresas que oferecem serviços de criação de campanhas nos sites de busca.

Antes de tudo, vamos refletir um pouco sobre o termo "tecnologia disruptiva" criado por Clayton Chirstensen em 1997. Existem dois tipos de tecnologias: a evolutiva e a disruptiva. A primeira pode ser entendida como melhoras que geram economia e eficiência. Por exemplo: as "antigas" câmeras analógicas que poderiam ser mais compactas ou utilizarem novas lentes, mas continuariam a ser analógicas. A tecnologia disruptiva são as câmeras digitais que mudaram completamente o mercado, provocando a queda das grandes empresas consolidadas no mercado de câmeras analógicas, e fazendo surgir todo um novo mercado em torno da nova tecnologia: revelação de fotos digitais, site de fotos, youtube etc.

Mas por que falar sobre tecnologia disruptiva em um artigo sobre agências de links patrocinados? Porque este mercado também foi gerado por uma tecnologia disruptiva que são os links patrocinados. O conceito de links patrocinados foi criado pela GoTo.com, mas foi o Google que o tornou popular. A simplicidade de poder criar pequenos anúncios com um titulo, duas linhas e um link, e pagar poucos centavos por cada visita, deram o poder para as empresas (pequenas ou grandes) de atingir seu público alvo sem depender de intermediários.

Muitas empresas estão literalmente deixando de anunciar em catálogos e revistas, e estão direcionando toda a verba da publicidade para os links patrocinados. Qualquer semelhança entre as câmeras analógicas e as listas telefônicas não é mera coincidência. Isso mesmo, a chegada de uma nova tecnologia tende a ser ignorada pelas grandes empresas até que seja tarde demais.

Em 1996, a moda era abrir "produtora de sites", e o estouro de bolha da internet provocou que, ao contrário do que todos pensavam na época, apenas ter um site não significava obter resultados. O mesmo vale para os links patrocinados.

Até hoje é muito comum a falta de conhecimento do cliente dos principais conceitos que envolvem a criação de sites, e com isso, exigem atividades que estavam fora do escopo do projeto. Em contrapartida, existe a falta de percepção dos profissionais web com relação à falta conhecimento do cliente e fazer a devida orientação.

A internet evolui com uma rapidez difícil de acompanhar para a maioria das pessoas que não pertencem à "geração net". Porém o profissional de marketing/comunicação e os empresários que desejam potencializar a divulgação de sua marca e/ou produto/serviços devem investir em conhecimento e aprender os principais conceitos que envolvem a nova tecnologia, no caso, os links patrocinados.

A escolha correta da agência de links patrocinados ou do profissional adequado é uma conseqüência natural do entendimento dos conceitos relacionados a esta tecnologia.

Devemos lembrar que os links patrocinados e a otimização para sites de busca (SEO-Search Engine Optimization) são estratégicas que devem andar de mãos dadas.

Pensando nesta evolução, aparecer na primeira página do Google atualmente é fundamental na estratégica de qualquer empresa. Seu site não aparece quando seu potencial cliente está buscando o produtos/serviço que você oferece, pode ter certeza que os sites de diversos concorrentes aparecerão.


Fonte: Jornal Diário do Comércio