Translate

terça-feira, 10 de maio de 2011

APAS em SÃO PAULO & IBRAVIN


Ibravin faz sua 3ª participação na Apas em São Paulo

Maior feira do setor supermercadista no mundo, realizada em São Paulo, tem a presença de 10 vinícolas reunidas em duas ilhas Vinhos do Brasil.

O Ibravin participa, pela terceira vez consecutiva, do 27º Congresso de Gestão e Feira Internacional de Negócios em Supermercados (Apas 2011), o maior evento supermercadista do mundo, que abriu nesta segunda-feira (9) e segue até quinta-feira (12), no Expo Center Norte, em São Paulo. O estande Vinhos do Brasil, contratado pelo Ibravin, tem área de 240m², 15% maior do que no ano passado, abrigando 10 empresas. Além de vinhos e espumantes, estão expostos na feira o suco de uva 100% natural pronto para beber.

Cooperativa Aliança, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Irmãos Molon, Mioranza, Wine Park, Casa de Madeira, Domno do Brasil, Góes & Venturini, Miolo e Vinhos Canção estão dispostas em duas ilhas Vinhos do Brasil, com apoio do governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa), Cristal Blumenau, Scholle e Marfrig/Seara.

“A presença dos vinhos brasileiros nesta legítima feira de negócios, aberta só para profissionais, está reforçada este ano em razão dos bons resultados alcançados pelas empresas nas duas últimas edições”, afirma o gerente de Marketing do Ibravin, Diego Bertolini [foto em anexo]. Segundo ele, a cada três garrafas de vinhos vendidas no Brasil, duas são comercializadas em supermercados. “É o principal ponto buscado pelo consumidor que quer comprar vinhos”, observa Bertolini.

O gerente de Marketing do Ibravin aponta que uma das tendências apresentadas na Apas este ano pelas vinícolas brasileiras são produtos com excelente custo-benefício – com preços até R$ 20. “As cantinas estão mostrando que é possível elaborar vinhos de boa qualidade a preços mais acessíveis aos consumidores”, comenta. As embalagens desses produtos são modernas e joviais, que combinam com o estilo de vinho frutado, leves, com baixa graduação alcoólica, próprios para o dia a dia. “São estes rótulos responsáveis por cerca de 80% dos vinhos brasileiros e importados vendidos no país”, informa.

FONTE: ORESTES / IBRAVIN