Translate

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A Produção Mundial de Queijo

Fonte : Wikipédia



Nos dias atuais, praticamente todos os países do mundo produzem queijos. Esta produção está diretamente ligada a condições de clima, disponibilidade de solo, pastagens, nível cultural e social e até mesmo político econômicas.

Os maiores produtores de queijos no mundo hoje são os Estados Unidos, que desenvolveram uma indústria queijeira de alta tecnologia dedicada em grande parte à produção de queijos com alto índice de artificialismo No entanto, seus queijos não têm o sabor refinado dos queijos franceses, que até hoje fazem sucesso internacionalmente.

Na América Latina, a Argentina se apresenta como a maior produtora de queijos de qualidade. O Brasil, em termos de volume de produção se apresenta bem, mas possui um dos menores índices per capita do mundo. Nossa indústria apresenta, no entanto, alguns sinais de evolução e já encontramos por aqui poucos mas bons queijos inspirados em similares europeus.

Admite-se que o queijo tenha sido inventado antes da manteiga. A arte da fabricação do queijo remete a tempos pré-históricos, antes mesmo de o homem dominar a leitura ou a escrita.

Os maiores difusores do queijo foram os romanos। Na expansão de seu Império, os romanos encontraram inúmeros tipos de queijos. Levaram vários a cidade de Roma, e de lá para outros pontos de seu vasto império. As sucessivas invasões de tribos asiáticas no continente europeu que, quando expulsas, levaram os segredos e técnicas de fabricação de diversos queijos, ajudaram fortemente na difusão do queijo.

Essa rápida difusão do queijo, no entanto, sofreu uma séria retração durante o período da Idade Média, quando a produção de queijos finos restringiu-se aos monastérios. Monges especialistas criaram vários tipos de novos queijos detendo para a época uma tecnologia bastante avançada.

No século XIX deu-se o grande "boom" no consumo do queijo, quando a produção manual e artesanal passou para a industrial Paralelamente deu-se a maior revolução na concepção deste produto desde as suas origens: a pasteurização. Ao longo da história, a França foi o país que mais se dedicou à fabricação e ao consumo de queijo. Ela permanece como um dos principais países produtores do mundo, ao lado de Itália, Dinamarca, Alemanha, Suíça e Inglaterra.