Translate

quarta-feira, 14 de março de 2012

O evento de ontem foi A ESPANHA , aqui algumas fotos no local de evento . ``Un tinto? un Toro!``



Evento aberto para alguns convidados enófilos, importadores e jornalistas do vinho.


A região vitivinícola de Toro é uma denominação que predomina vinhos tintos, situada em Castilla y León no noroeste da Espanha. Toro está situado na província de Zamora a oeste das denominações de Rueda e Ribera del Duero.
A denominação Toro abrange aproximadamente 5.600 ha de vinhas, a uma altitude 600-750m acima do nível do mar. A região produz vinho tinto em todos os espectros de Joven a Gran Reserva, mas todas as classes devem ser feitas a partir de pelo menos 75% Tinta de Toro (o nome local de um clone da uva Tempranillo). Os melhores vinhos tintos tendem a conter 100% Tinta del Toro, esses vinhos são robustos, concentrados e bem estruturados.

O primeiro vinho que provei foi a linha diferente de Elías Mora . Com sua variedade comum a região norte da Espanha, a tinta de Toro(também conhecida por outros nomes segundo os países que a cultivam) que então cultivada nas regiões de Rioja e Ribeira del Duero e, usualmente misturada à garnacha e mazuelo geralmente dá um vinho colorido, com baixa acidez, pouco tânico e que envelhece bem no carvalho que lhe confere aromas de tabaco.

No caso do Elías Mora Crianza da safra de 2008, que passou 12 meses em barricas americanas e francesas é muito potente no nariz, com seus aromas de frutas negras,madeira ,mineral e alcaçuz que se prolonga a boca,que além da boa acidez, tem equilibrio e assim é muito elegante. Evoca licor de fruta com notas minerais.



Um ``experimento`` da Bodega , é ``DULCE BENAVIDES`` , um vinho feito do mosto das outras uvas, resultando em uvas passas que fermentado em carvalho e três meses de envelhecimento, conclui-se uma delícia de vinho doce!
Muito fresco, no nariz intenso e complexo , explosão de amoras e alcaçuz!

Comercial@bodegaseliasmora.com