Translate

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Alfred Heineken,John Habraken e TIJOLO DE GARRAFAS- SUSTENTABILIDADE!


Uma das coisas mais legais vem das mais criativas ideias aliadas a realidade, e essa é uma das ideias que curti bastante porque aqui houve uma finalidade exata ,uma continuidade, belissima continuidade por sinal.


Por volta de 1963, Alfred Heineken (presidente da marca de cerveja que carrega em seu sobrenome), fez uma visita ao Caribe e constatou que haviam praias muito sujas, com várias garrafas de cervejas e pouquíssimos materiais para construção acessíveis na região onde estava. Com a ajuda do arquiteto John Habraken, pensaram em uma maneira de tentar sanar esses problemas, e claro, conservar o meio ambiente.
Então surgiu a Heineken WOBO, uma garrafa com um design diferente que permitia, após seu uso, ser utilizada como tijolo. Contendo dois tamanhos, 350 mm e 500 mm, que dispostas horizontalmente, permitiria o encaixe perfeito para a finalidade.

Hoje, esta garrafa pode ser encontrada no museu da marca em Amsterdã, porque na época foram produzidas 100.000 unidades WOBO, mas a ideia não foi levada adiante pela empresa, levando ao corte da produção. O legal de tudo isso, é perceber que muito antes das diversas “eco atitudes” aparecer, a marca já pensava em sustentabilidade.