Translate

domingo, 15 de julho de 2012

Tonalidade, intensidade e vivacidade são conceitos relativos .





Tonalidades

As tonalidades das cores podem nos informar sobre a idade do vinho, as alterações sofridas com o tempo, bem como sobre a composição do vinho (matéria-prima) , o grau de maturidade da uva, o estado higiênico e até o solo em que as uvas forma cultivadas. Mas não se preocupe muito com isso. A maioria dessas informações são percebidas por raros profissionais e enófilos apaixonados como eu .
Vejamos o básico!

Os vinhos tintos apresentam tonalidades de vermelho que variam do violáceo (violeta), que nos informa sobre a extrema juventude do vinho,passando pelo rubi com reflexos violáceos, característico ainda dos vinhos jovens, o rubi pleno, do vinho em amadurecimento, até chegar a perder aos poucos sua vivacidade rubi,tendendo para o marrom castanho e cor de tijolo do vinho envelhecido.

Quando a tonalidade lembra o tijolo,isto geralmente significa que o vinho teve excessivo envelhecimento , e o vinho geralmente se apresenta demasiadamente velho e estragado, decrépito .
Como se vê ,a tonalidade da cor nos informa sobre a idade e o estado de conservação do vinho.

Os vinhos brancos ,por outro lado,podem apresentar desde tonalidade quase branco-transparente ,ate tonalidades amarelas mais ou menos fortes (intensas) , tanto devido`a própria cor do mosto (suco em processo) das uvas,como devido à maior ou menor oxidação dos polifenóis,que são componentes da matéria corante. Eles mudam de cor quando oxidadose a tonalidade da cor, da mesma forma que nos tintos, nos informa sobre a idade e o estado de conservação do vinho.

As tonalidades variam de quase transparente (o que é defeito),passando por amarelo claro, com reflexos esverdeados, lembrando a palha (amarelo ouro). Num estágio maior de oxidação dos polifenóis, o vinho se apresenta ''passado'' , de um amarelo intenso,com reflexos âmblar,tendendo ao castanho.

Quanto aos vinhos rosados, que são elaborados a partir de uvas tintas em que se permitiu menor difusão dos pigmentos no mosto,podemos dizer que apresentam tonalidades correspondentes às dos tintos. Com cores vermelhas atenuadas ,mas vivas e sadias,quando jovens,e cores esmaecidas,tendendo ao castanho (atijolado), sem vivacidade ou brilho, quando oxidados ou excessivamente envelhecidos , ou quando já não em bom estado de 'sanidade'

Próximo Post sobre Vivacidade e Intensidade*







Viva o Vinho!