Translate

domingo, 18 de novembro de 2012

Itália uma boa relação com a dieta mediterrânea!




          Os Hábitos alimentares dos italianos baseado na dieta mediterrâneo é totalmente precisa.
Os habitantes da zona onde essa dieta é mais difusa (Itália, Grécia, França setentrional e Espanha ) consomem uma quantidade relativamente alta de gorduras, mas têm, contudo, índices de doenças cardiovasculares muito inferiores em relação a outros países.
 A explicação é que a gordura animal ingerida é compensada pelo azeite de oliva, que, segundo alguns estudos, diminuiria os níveis de colesterol no sangue. Nutricionistas italianos defendem que o consumo moderado de vinho durante as refeições atue como um fator protetivo, provavelmente por causa dos antioxidantes contidos no vinho, especialmente o tinto.
Segundo a pesquisa LYON, realizada pelo American Heart Association (AHA) a dieta mediterrânea reduz em 50% a taxa de mortalidade por doenças coronárias.

 Com meu inseparável bloco de anotações e caneta anotei os mais diversos alimentos encontrados em diferentes casas: frutas da estação em grande quantidade; leguminosas como vagem, fava, lentilha, grão-de-bico, etc. Peixes pequenos ou médios da região, pois os peixes maiores acumulam metais pesados (como o mercúrio) até serem pescados.

O feijão branco gigante não pode faltar; verduras verde-escuro (taráxaco, rúcula, couve, espinafre, etc.) cruas; Erva-doce de preferência fatiada crua, sem sal e com um fio de azeite (com moderação) ; pão caseiro sem a adição de gordura animal, com pouco sal e, de preferência, com farinha integral e outros cereais além do trigo; as ervas aromáticas ajudam a acentuar o sabor quando se cozinha com pouco sal. Outras ervas são comumente usadas, mas será quase impossível encontrar um prato de carne ou peixe sem alecrim; os italianos não saberiam viver sem alecrim e sálvia! E o vinho? Esta inserido com moderação nas refeições, uma taça para mulheres e duas para os homens!

 Bem, é certo que os italianos são menos modestos quando se vangloriam desse modelo nutricional baseado na dieta mediterrânea que caracteriza a região, e com razão,  mais uns meses por lá eu mudaria drásticamente os meus hábitos alimentares ...











  




Música de Fiorella Mannoia  -   In Viaggio.
Sua obra teve repercussão no Brasil na voz de Zizi Possi, com a música Per Amore. 
No sul da Itália sempre fez muito sucesso. 




Viva o Vinho!