Translate

domingo, 18 de novembro de 2012

Macarrão al pesto e vinho!

             





     Os dois elementos que mais combinam? Macarrão e vinho... Mas, `al pesto e vinho`?
Fiz meu primeiro pesto, uma delicia...
E, para comemorar, um post para `beber` um vinho, ou um vinho para escrever um post... Tanto faz, sei que não vou fazer isso `sem auxilio`!

    Pesto ótimo, macarrão no ponto, e o vinho?
Com pesto, podia cair bem um torrentés, mas como eu não vou abrir um torrentés por outros motivos, combina tranquilo, tranquilo com um leve e fresco branco, porem o ideal pensar no molho, que é o principal motivo de ter feito a massa, aberto o vinho e escrito o post...então, eliminando o torrentés, um Sauvignon Blanc se encaixa, e se não fosse pensando no molho? Então dependendo do molho, seria outro vinho...






                          2012 Sauvignon Blanc Semillon Vinho Margaret River, Austrália











Ingredientes:

1/4 de xícara de nozes
1/4 xícara pignolis
5 dentes de alho
5 xícaras de folhas frescas de basílico
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de pimenta do reino moída
1 1/2 xícaras de zeite de oliva
1 xícara de queijo parmesão ralado
Modo de Fazer:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até formar uma pasta, acrecente mais azeite de oliva caso esteja ainda muito grosso. Não bata demais para não alterar a cor das folhas de basílico, você quer um molhor verde vivo.

Notas:

Ar é o inimigo do pesto. Para congelar, embale-os em recipientes com uma película de óleo ou plástico diretamente no topo. Para conservar melhor na geladeira, faça o mesmo procedimento.

Para limpar manjericão, retire as folhas, coloque em uma bacia e cubra com água, gire em redemoinho , troque água e repita. E então seque as folhas bem com a ajudar de um spinner ou toalha e guarde em um saco plástico fechado com um papel toalha levemente umedecido. Enquanto as folhas etiverem secas elas vão ficar verde por vários dias.


Touché!