Translate

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

``Haverá excedente de uva sim e poderá chegar a 100 milhões de quilos no Estado”





              O ano de 2013 já começa com o mesmo tipo de problema que não é inédito:

`` O número supera a marca de 1 milhão de quilos de uva excedente de um total de 200 milhões de quilos que deverão ser colhidos. Apesar da qualidade da fruta estar excelente, as vinícolas não irão absorver 100% da safra em função dos estoques ainda remanescentes dos últimos dois anos``



Essa safra em função dos estoques ainda remanescentes dos últimos dois anos é que aumenta a preocupação das familias atingindas ( em torno de 50) tendo dificuldades a quem entregar  asua produção de uvas comuns, e uva vinífera tinta como Merlot e Cabernet Sauvignon. E´ essa dependência em relação ao poder econômico  que torna os produtor sulista frágil e vulnerável.


“O problema é que o governo federal, na tentativa de apoiar outros setores, liberou incentivos a juros subsidiados para o agricultor comprar máquinas, tratores, erguer novos parreirais, mas não se preocupou e, muito menos, planejou o que seria feito com o aumento da produção de uva. O agricultor não pode ser o culpado por investir na propriedade. O crescimento foi proporcionado de forma desordenada pelo governo e o único a perder com o excedente de safra é o produtor”, segunda a presidente  Inês Fagherazzi .


Os municípios da Serra mais atingidos são: Farroupilha, Bento Gonçalves, Garibaldi, Flores da Cunha e Nova Pádua. Diz a Comissão da Uva diz -se que vai cobrar o cumprimento do preço mínimo, do prazo de pagamento, fiscalização na aferição do grau da uva, além de orientar os produtores para que não negociem a uva a qualquer preço.

Segunda a reportagem de Morgana Braido, a versão dos produtores :

Do agricultor do Vale dos Vinhedos, Domingos Carraro, tem uma produção de 500 mil quilos de uva, sendo 400 mil quilos de comum, que ele vai entregar na Tecnovin e 100 mil quilos de uva vinífera (Riesling e Merlot). Ele calcula que terá um excedente entre 15 a 20 mil quilos de uva Merlot.

 “Daqui duas semanas dias é o auge da safra e muitos produtores ainda não sabem para quem vão vender sua uva, principalmente, as viníferas tintas. A gente começa a desanimar porque ano após ano a situação se repete e sobra sempre para o agricultor. Eu já penso em investir em outras coisas para acabar com esse estresse a cada safra”, lamenta Carraro.


A visão das lideranças do setor:

“Haverá excedente de uva sim e poderá chegar a 100 milhões de quilos no Estado”, afirma a presidente do Sindicato da Indústria do Vinho do Estado do Rio Grande do Sul (Sindivinho RS), Cristiane Passarin. Na visão dela, haverá sobra tanto nas uvas híbridas americanas, como nas viníferas.

“O governo necessita intervir de maneira rápida, realizando destilações para todas as empresas, a fim de reduzir os estoques e proporcionar espaço nas vinícolas para que possam receber a uva da safra 2013”, explica. O Sindivinho vai continuar o trabalho que vem realizando junto ao governo federal e estadual no sentido de agilizar as destilações e buscar auxílio para a modernização da cadeia produtiva de forma mais rápida.
Na opinião de Cristiane, a produção de uvas está em descompasso com a comercialização – hoje, há um bilhão de quilos de uva plantada no Estado, porém, a indústria não comporta tudo isso.

Já a opinião contrária do diretor-executivo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Paviani, considera prematuro falar em excedente de safra neste momento.

 “Há sim empresas reduzindo seus estoques e existe uma produção de uva maior do que o mercado consegue absorver”, confirma. Ele conta que existem três grandes grupos de produtores de uva no Estado: os cooperativados, os que mantêm uma relação de longo prazo com as vinícolas e o terceiro grupo se refere àqueles que, a cada ano, entregam para empresas diferentes – cada grupo com uma média de cinco a seis mil viticultores.
Mas o  diretor técnico do Ibravin, Leocir Bottega, declara que as últimas duas safras foram cheias – 2011 e 2012 – quando foram colhidos em média 700 milhões de quilos no Rio Grande do Sul. Assim, foi acumulado um excedente em estoque e a previsão é que esta safra seja igual, ou sej afora do normal!



Os números da safra 2013
Uva plantada no RS: 1 bilhão de quilos
Previsão da colheita no Brasil: 650 a 700 milhões de quilos de uva
Excedente: 100 milhões de quilos no RS
Previsão da colheita em Bento Gonçalves, Monte Belo, Santa Tereza e Pinto Bandeira: 200 milhões de quilos
Excedente: 1 milhão de quilos
Vinho estocado no RS: 300 milhões de litros
Projeção: 680 milhões de litros de suco consumidos em 2012
Valor do quilo: R$ 0,57
Mercado nacional: 80% de vinhos finos estrangeiros


Fonte:
Da redação: Morgana Braido
morgana@jornalsemanario.com.br