Translate

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Bato Continência: Nova Safra da Bodega La Calandria!

``Prova dos Vinhos Especiais de Navarra``






Cientruenos: um tinto intenso, frutado.

           
            ``Cientruenos`` de Cintruénigo, Estância de Los Parillos, hoje um dos últimos redutos da Garnacha na Região de Navarra, com vinhas de mais de sessenta anos, vem às uvas para a produçao dos vinhos da La Calandria. E´o meu preferido.




        Eu descobri que não dá para escrever sobre vinhos sem namorar com as imagens, já que não se tem mais em taça, `` a tal inspiração`` , claro quando isso já não começaria em um pedaço de papel!


       As cores da PURA GARNACHA é como, sabe aqueles letreiros de neon que confirmam  endereço?  Que cores! e não é que elas representam com todos os adjetivos que estão bem ``vivos`` quanto a cor? 
 ``encantadores, apaixonantes (a cor!!!), despretenciosos,  frescos, leves,  macios, engraçados (rótulos) e  perfumados (em taça)!  ``






                    Mas a novidade deste ano vinda dos meninos que cuidam desses vinhos aqui no Brasil, é a nova safra do Sonrojo e Volandera, engarrafados em Janeiro direto para nossas taças nessa sexta-feira passada!
Sonrojo... esse poderoso rosé, de cor absolutamente sedutora ao paladar e cada vez mais vivo em acidez, e aromático até dizer chega!





               Nessa última feira era para eu estar de `stand em stand`, mas tive que voltar lá ``no final``, e com eles final parece começo! Dada a probabilidade de reencontrar essa turma do `La Calandria` no Brasil e não transformar em festa é quase nula! Luis Remacha (enólogo) já ganhou fama de ``cocinero``: `Luisito, las manos de fada na cozinha` , por quanta experiência nos faz ao que passariamos por  simples prova desses vinhos! Sem contar na companhias dos Senhores Wilton e Martin Conde (Dominio Cassis) , estes nos deixam `em casa` e complementam a harmonia: bom papo, bons aperitivos, ótimos vinhos!
Em resumo, a recepção deles tem jeito de família e por essas sou-lhes sempre fã!




Esse chourizo espanhol trazido por Javier foi uma das partilhas!






Sobre a curiosidade ao nome ``La Calandria`` , sabes o que é?  Javier, meu amigo mata essa!









            Segundo `Javier Continente`, que eu o ouvi conversando com um enófilo, consumidor no stand, 
(em EXPOVINIS), Calandria é uma cotovia abundante no sul da Europa e em Navarra, ao norte da Espanha, ela faz seus ninhos nas parreiras e, curiosamente, em forma de taça. Daí surgiu  o nome dessa vinícola de vinhos pessoais e produção limitada, únicos, surpreendentes, de vinhas antigas em via de instinção na região e recuperadas pelos proprietários da mesma.










Para finalizar!




            Só faltou a querida Marcia, Wilton e Martin Conde, na mesma foto!
Mas, dica:  Vale conhece-los ou redescobri-los, é como aquele  tipo de ``bodega`` que esta sempre aberta ou família  ``braços abertos``.



ps: Como sofro por não poder deixar essas fotos em tamanhos originais!










Viva o vivo!