Translate

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Expovinis com escala em Enoteca Saint VinSaint com direito a vinho português!



``A Ata`` improvisada pelo Nuno.

       

       No belo bistrô Enoteca Saint VinSaint poderia dispensar comentários sobre o visual, mas meu olhar pessoal atento diz que cada noite é uma noite assim...` mais do que`  uma deliciosa Redescoberta, mais do que comer com olhos e ouvidos!

         ``Lis`` , dado o pedigree, só podia ter transformado este lugar em um caldeirão de viagens: sensações MIL, tamanha criatividade, aconchego, valorização do que é sagrado realmente para qualquer pessoa que presta-se a viajar o mundo e depois se deparar com o possível sentado em uma cadeira! Lá em parceria com Ramatis que com seu destino etílico traçado, já dá um toque naquilo que complementa o espaço: vinhos é com este rapaz!





Imagem Por Nuno




        Tivemos sorte naquela noite de improvisos que com os amigos bons tudo se aprende, e que nada é motivo para desistir, a CRIATIVIDADE e o bom HUMOR é a solução dos eventuais contratempos! Nosso modesto grupo numa noite de estórias! Com `nós` , quero dizer:  Matheus Tomaz ( de quem partiu a ideia de ``colar`` na Enoteca), sommelier e cozinheiro, futuro empreendedor, mineiro e que além de tudo tem bom gosto fotográfico… Com Michelle O'Connell, sua noiva,  uma super simpatia MADE IN Uberlândia. Renata Quirino, personagem querida, e frequente das degustações, enófila desenvolta e que tem uma bíblia de contribuições pela frente, e amiga indispensável! Nuno Duarte, o amigo que guia meus passos curiosos através do mundo português, enólogo, alentenjano, ex-fotógrafo taurino (sou fã!) que desde que tem estado de passagem ao Brasil, pela Vinícola Campos de Cima da Campanha, tem trocado experiências culturais. Tiago Correia, também ``nosso`` mais novo amigo, de passagem ao Brasil, foi nosso enólogo de plantão* , a Márcia Monteiro, nossa grande repórter de viagens, e por isso uma ótima proposta à mesa  e a qualquer círculo de amigos, e claro além de mim que ``ao menos`` fiz a reserva com Lis, já que  a ideia do Matheus eu não tive! Rio!



Tiago, Matheus, O`Connel, Nuno e Quirino.



Quirino e Márcia



         Desculpem mas em comemorações assim não posso me conter em cada click, assim como em cada palavra dos que fizeram a lista da noite companhias de OURO, ao contrário disso então seria também um pecado deixando passar ileso mais um momento desses de nossas VIDAS!

     
         ``Buenas`` para começar Matheus abriu o Centriuenos da La Calandria, dos amigos espanhóis, que são tão amigos que se fazem presentes e bem quistos quando bebemos os seus vinhos, essa é a verdade!

``La Calandria``



        Ainda nossa favorável noite com `o vinho`  pelas mãos dos nossos convidados portugueses, que honrram-nos  com a escolha: "Conde de Oeiras" um meio doce feito da combinação das castas Arinto, Galego Dourado e Ratinho.






      Antes de mais nada, em Portugal existem 4 generosos históricos, são os mais que simples licorosos:  

PORTO MADEIRA 
CARCAVELOS
MOSCATEL 
SETUBAL 

       ``Vinho de 300 anos de história, um licoroso de acidez natural e aromas incríveis!
 ``Conde de Oeiras`` é um vinho da região de Carcavelos ( O grande crescimento urbano da Costa do Estoril e de Carcavelos em particular reduziu quase a zero a produção de Vinho Carcavelos), de onde pode originar-se das vinhas de Oeiras e Cascais.

    Terroir que detem um microclima muito especifico com influência atlântica e serrana  (Serra e Sintra , Rio Tejo e Atlântico), Segundo Nuno, esclareceu.

    Condições únicas para castas regulamentadas se desenvolverem como são as castas de Arinto (bastante ácida), galego dourado, Bual ratinho, rabo de ovelha e Cercial (5 brancas).
Nas tintas temos ali apenas duas trincadeira e castelão cuja, vinificação idêntica ao porto, interrupção da FA a meio com alguardente vinica (Interrupcao da fermentacao alcoolica (FA) com aguardente vinica oriunda das mesmas variedades que estao regulamentadas para vinho de carcavelos) , 7 anos em barrica allier e nacional com várias tostagens! Os lotes feitos com vinhos entre 7 e 30 anos depois do engarrafamento deverá estar pelo menos 9 meses em garrafa por exemplo agora não há estoque porque o lote foi feito há pouco tempo e terá que estar ``esse tempo em garrafa`` até chegar em nossas taças! (Mais: http://www.carcavelos.com/page_vinho.htm )

     Aos que não acreditam que as palavras são suficientes ótimo! Mas deixo minha exposição fotográfica de motivos para visitar Lis e Ramatis, aqui na Paulicéia e  Matheus e O`connel em Uberlândia/MG, como em Portugal com Tiago e o Nuno!

 Desculpem se fui, mas não pretendia ser exaustiva!


Por Nuno










      Eu só queria terminar dizendo que no final da noite, já nessa madrugada, quando fui a útima de meu grupo a sair do táxi, esqueci minha carteira dentro do carro, e pela manhã, antes que eu tivesse me dado conta do susto, o querido taxista ligava -me para me entregar!

Recomendo a quem precise contar com um táxi honesto e adorável assim entre em contato, pois me parece válida essa sugestão!



Contato do Táxi Honesto:
+55 11 966 349 331/ 966 968 303 - 





CONTATOS:


Márcia - Jornalista e guia enoturistica

ENOTECA

La Calandria



Viva o Vinho!