Translate

quarta-feira, 1 de maio de 2013

PIZZATO ,(fazendo) Arte do latim Verve e mais!




Sempre linda Jane Pizzato



               ``Abraçar a PIZZATO é tomar bons rótulos, e rever a fantástica simplicidade no modo de ser gaúcho dessa família  `` 







         No terceiro dia ( e meu segundo dia) de feira apresentei a Pizzato a uns amigos  a  `` arte da Pizzato `` : do latim Verve, o ``Fausto Verve Gran Reserva 2012`` .

 Uvas do vinhedo de Doutor Faustotro, em Dois Lajeados, 12 meses em carvalho francês supertostado, é um corte de Cabernet Sauvignon, a mais expressiva, acompanhada de Tannat e Merlot, e elaboradas em 4.250 garrafas numeradas.

 Adoro esse vinho, parece óbvio.
 Toques de cravo e canela, sobre tons de especiarias doces. Vinho jovem.








``MADEEEEEEEEEEEEEIRAAAAAAAA``



                 Gosto e me reconheço nessa característica da inspiração que se origina os nomes dos rótulos da PIZZATO! O Legno, palavra italiana, que diz ``Madeira``. A madeira usada pela primeira vez em um chardonnay, ou seja a primeira experiência da Vinícola Pizzato com o carvalho francês em seu branco! Sensacional ne?  Gosto mesmo disso.

               Por tradição sempre lançaram vinhos que preservassem o frescor e o frutado carcterístico da variedade, mas nesse chardonnay houve o desafio de inovar bem conseguido, e o Flávio esta de parabéns!

            Como bem informa a praticidade do rótulo, as uvas provêm dos vinhedos da região demarcada  ( selo D.O. Vale dos Vinhedos).

  Em taça, tem aquela cor dourada clara. Aromas em boa intensidade, frutos brancos e notas amadeiradas, não é um Chardonnay amadeirado em excesso e corpulento, ao contrário, tem delicadeza, elegância (baunilha e chocolate branco) em boa mescla, um conjunto de boa complexidade.

Na boca tem boa acidez, untuosidade e corpo médio.  Persistência.  Tem 13% de teor alcoólico.







Com essa turma aí Silva Franco, Rodrigo Albanez, Israel Souza



              No primeiro dia, com essa turma aí foi possível ``chegar`` na PIZZATO, seria estranho se o ``quarteirão`` dela tivesse meio vazio para podermos estar com eles, mas no primeiro instante, o Israel providenciou prontamente 3 taças do ``Legno``, fantástico! Obrigada, Israel.




Para finalizar...




           

             Um vinho que tenho em casa pela sua refrescância é esse outro Chardonnay safra 2011 porque é um vinho que combina bem com o calor, e serve bem sem acompanhamentos! Os amigos aprovaram...

            Super aromático, persistente e tem um toque mineral!
Gostei de reve-lo nessa prova! E falando em prova... Lembro que ganhou uma prova da Expovinis de 3 anos atras!  1º lugar na categoria Melhor Branco Nacional.



              Agora a PIZZATO é assim,  conheça e tenha  como o vinho as suas próprias sensações. Sinta o que `falam`  os aromas e sabores e veja se é o mesmo que você sente. Se não sentir todas as nuances, sem problemas ao menos da família Pizzato não há como não aproveitar a recepção, a conversa e a atenção!



Viva o Vinho!