Translate

domingo, 18 de agosto de 2013

Cervejices na Enoteca Saint Vin - Fantôme Saison - exemplares.





 


Voltando ao passado...

  Como remonta a história há registros de até 4 mil anos a.C.  que na Babilônia e na Suméria a produção de cerveja era `sim, sim` atividade feminina e as mulheres cervejeiras da região, chamadas de Sabtiem, eram consideradas pessoas especiais, detentoras de poderes mágicos!


Mas vamos em busca do sol! O mundo cervejeiro tem um consumo feminino gerado aí em 88% ( dados divulgados em maio de 2010 pela Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado), e elas não só são consumidoras como também especialistas...


Mas falando em  paladares distintos, voltamos a Enoteca Saint Vin Saint, sim, a enoteca dos ``vinhos naturais`` como já se ouve por aí , e dessa vez, voltando com os olhos para a noite cervejeira especial preparada  sob a batuta da Lis Cereja e de Diego Cartier.






      Diego Cartier é colunista do Bon Vivant, página de gastronomia da revista Playboy e beer hunter, veio falar conosco sobre as raridades garimpadas (amo essa palavra) que traz para a HORS CONCOURS - Importadora -  em conjunto com o empresário Lorch, entusiasta da cerveja!


O ponto de partida é a saison (ou farmhouse ale) Fântome. Criada por Dany Prignon no vilarejo belga de Soy, situado na região da Valônia (o extremo que fala francês na Bélgica).
A característica de uma saison é ser extremamente refrescante, especialidade da cervejaria de Dany, estilo que nasceu do hábito de produtores rurais que produziam e produzem cervejas entre o final do inverno e começo da primavera, para consumi-las apenas no verão.

 Dany Prignon, utiliza vários temperos em suas cervejas, aí  uma pitada de criatividade que eleva o destaque da suas raridades.

 Uma espuma generosa toma conta quando o líquido escorre para o copo, e segue com excelente estabilidade durante toda a degustação.
.





      A Lis (chef) entrou com 6 dos NOVOS pratos do cardápio da Enoteca Saint Vin Saint para harmonizar com essas preciosidades, creio que ela ``testou o serviço`` antes*, claro!
E sempre penso: `duro serviço`hein !  Eu também, após o raio X que dou se tem algo novo na decoração, mergulho de volta na conversa, nos pratos e na harmonização! Digo com isso ``eu também``, por que quem disse que é fácil  não fotografar tudo pela frente, e abro essa explicação como forma de desculpa aos colegas, amigos que precisam ter paciência, que paro mais tempo no meu mundo fotográfico...  e é de verdade as desculpas, mas isso sempre se repetirá...



Na Foto: Bombom chocolate amargo de foie gras da Lis Cereja. Foto de Jô Barros.



   A primeira `degusta` (entrada liquida) foi com a belga 2008 reserva Pannepot (dentro da taça, foto abaixo) , com a participação do bombom de chocolate amargo e foies a gras (eu, foto acima)


Uma explicação, pois o rótulos parecidos, podem causar confusão... A diferença entre elas a 2008 é o estágio de 12 meses em barrica de Carvalho francês e 14 meses em barrica de Calvados. A 2009 ( que acompanha a sobremesa, final), tem 14 meses em barrica francesa.









   O primeiro prato  - da cozinha - saindo foi com o camarão empanado com uma base de chutney de manga para seguir com a gostosa La Piétrain! 
Aromas de limão, tangerina, pomelo!

Harmonização certeira!







Da cozinha, fotos:

 chutney de manga

Empanado de camarão

Chef Lis Cereja, finalizando

Cozinha da Enoteca!Uhuhuu!

No salão, Ramatis, Diego, Marcelo e cliente.



Segunda belga Fântome em mãos do Marcelo:





    Para acompanhar a ``cera de abelha``, ou seja o aroma mais predominante! Que cerveja!Quê!Muita laranja e muito pêssego. 
Do rótulo, eu preciso comentar, é demais! uma verdadeira arte, digna da cultura pop, com seu fantasminha posado em frente a uma paisagem bucólica. Ao primeiro gole é maluco e não transparece teor alcólico.

A cor é outra arte:
De tom laranja, marcante, com turbidez e translucidez media.


Na foto Lis, Diego.


     
    Com o prato que para mim é o mais sensacional de todos dessa noite e segue: ragú de cogumelo mole, polenta mole, ovo, jamon crocante,trufa...




      (e reticências, porque acredito que tem algum segredo aí a  mais que não foi revelado!gamei!)








     

        A próxima degusta com `geuze`, acima, viciante... complexa, mas vicia em seguida! Como certos vinhos, muito fora do normal... Nós fomos com o prato de ‎arroz caldoso‬ , ‎marreco,‬ ‪‎linguiça fresca‬, ‎defumada‬ ........ (também tem algum segredinho `Lis` aí )








   

           Daí vem a mais `invocada` das cervejas naturebas: em aroma, sabor e COR!

  Outra peculiar criação da cervejaria de Dany Prignon é a Fantôme Magic Ghost,e  acredite se quiser, essa saison leva chá verde! . Um espetáculo e tanto a cor no copo, pois até a espuma é esverdeada e se mantém, o que prende bem os aromas na taça.
   Aromas de defumado (característica própria das Fântome por conta de suas especiarias) e de mate cru, um caldeirão sensorial bastante curioso! Me remeteu ao chá de óregano, que muito bebo. Fiz uma experiência de deixa-la na taça, reservadamente por último, para comparar, em termos de temperatura! Aquelas notas na língua, antes de uvas verde, ficaram mais cítricas, e também mais doces,com a segunda temperatura em boca.












Da cozinha da Lis -   Um pernilzinho de cordeiro, com iogurte, tzatki, alecrim.......



                               


E a melhor parte: sobremesa....




 

     Pannepot‬, ‎reserva` 09‬ ‪para abrir (Começo do post - entrada ),  e fechar com sobremesa!
No nariz leve aroma de bala de alcaçuz, aquela bala preta durinha... (Jô Barros) com um toque  de baunilha*
Chocolate escuro, café com rapadura, melaço......

No final brindou com o brigadeiro de pistache!







A foto acima? Como diz a Jo Barros : Para turma do fundão! Ramatis olha para Lis, e vice-versa, e ``vamos abrir?`` Vamos!
Eba!!!

A Fonteinen, belga, Brouwerij Drie.

Intensa, limão aromática, acidez equilibrada, cremosa, mineral! é o que eu me lembro agora! e pena que acabou!



Foto da turma do fundão então em homenagem a essa madrugada a dentro, linda!



http://www.horsconcours.net

Enoteca Saint Vin Saint

Nádia Jung


Viva a Cerveja!