Translate

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Goles e fotos: Borgonha Profunda, gera olhos Profundos... - Mochila do Vinho -

Goles e fotos.






       Sabe quando a caminho do teu destino, rola aquela foto na cabeça? Assim: antes de chegar, de conhecer, de apanhar as cenas, sua mente fotográfica vai criando e determinando o que deverá  ser visto antes de o ser!? Então, aí vem o teu lado fotógrafo artista, deixando apenas de `gole` a fotoreportagem, o fotojornalismo, pois esse nem exige, é... sem rodeios o` clicou, registrou!` Fácil.Rápido.Limpo.Previsível.
e etc...

     Com o mapa na cabeça, a decoreba por conta dos Grand Crus, os Villages,enfim, as apelações! Nesse estudo geral em estado dessa impronunciável Borgonha, houve uma queda de energia... Sim! Eu pifei, e dessa vez fiz aquilo que me deu na louca, e bem, surpresas que a vida nos reserva, um carinho sem fim, me pegou ainda assim meio bem pedindo água! Sede!

     Somos além do nosso corpo, os nossos laços nos fazem imortais! Perceber isso nos segundos do dia, dia após dia, a percepção nos faz sentir e ter noção do amor nas tradições, nos valores de geração a geração! Valoriza-lo é uma graça que precisamos exercitar, e disperdiça a vida quem não coloca o amor frente a tudo, que só passa a existir quando sentimos... Meu peito infla, e choro, um mix de muita nostalgia, saudades e alegria em ter quem tenho ao meu redor me fazendo ser quem sou... graças.
E devagar se vai ao longe, voilá!

Só para citar uma frase do ta-taravô (rio), Jung:


     "Ponham um pouco do seu coração no sonho e com isso a metade da tarefa estará cumprida. Existe realmente uma 'inteligência' do coração sobre a qual as caixas do cérebro nada sabem." 
(Jung)


   Isso vem destes vinhedos  que se exibem, e silenciosos tomam o coração de quem os percebe, de quem sente sua presença, pára o que faz e olha para dentro... Reflito. O silêncio nos diz tanto, que parece gritar inflando dentro do peito a mesma imensidão profunda, de onde calada, espero no tempo ouvir o que preciso saber... (suspiro....) Mais um gole, mais um click.

Uma honra saber que se faz parte desse mundo encantado que  pronuncia  `herança`. Uma responsabilidade de certa parte, de cada um de nós, continuar sentindo esse pulso de alegria pela vida que o vinho ensina.
Ah, como gostaria disso para o Brasil... (Lamento)


Nádia Jung.


MundusVinus - FB