Translate

domingo, 29 de setembro de 2013

Vendanges a baixo de chuva! - Mochila do Vinho -







Jamais encontrei, em literatura ou curso  algum, o que encontro aqui na Borgonha. A recepção vem com chuva, mas bem traduzida pelas ruas de Beaune, é a história de quem foram os criadores do vinho: os monges.

Cheguei à conclusão de que estamos presos entre dois mundos: o da cultura do vinho (Bourgogne) como alimento e a pura publicidade, o comercial do vinho. E a pobre interseção entre eles chama-se interesse...

Bom, é só uma deixa... Estou em curso, estou a trabalho, estou apaixonada!
A experiência é potencializada e se desfruta o melhor do alimento, das paragens, dos trechos de terrroir, das expressões do produtores vistas até aqui de preocupação, de  alegria, de tudo nessa vida.
E tudo isso absorvida pelo ponto máximo da vendanges. As cenas? Serão todo máximo que puder colher pelas minhas mãos via reprodução fotográfica.
E só espero conseguir essa proeza, pois cada dia esta intenso. . .

Mas agora eu não tenho tempo de documentar para forá, estou acordando apenas no meio da minha madrugada para externar apenas um pingo de chuva… Agora é hora de SENTIR, OLHAR E OUVIR. Pois agora eu SEI porque a Borgonha é silenciosa, e estou aprendendo por aqui a ouvir!

Touché!