Translate

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Bon Vivant Bourguignon


       Há algum tempo que não venho aqui atualizar este blog, mas justo pelas reformulações de conceito que sofrerá  para atender melhor meu olhar… 
Porém não poderia deixar  de fazer um elogio por escrito ao evento da Segunda-Feira, é fundamental!









-Uma frase? A informalidade é inspiradora!
Um dos convites mais ilustres na sua essência deste  ano que se inicia muito bem: um jantar com os bourguignon brasileiros e a comitiva do Oficio de Turismo da Bourgogne

Representado por Office de Bourgogne Tourisme - Por Emmanuelle Hervieu, chefe de marketing do Office. Jean-Claude Bernard, do hotel Le Cep, de Beaune. Thomas Beaulaton, representante da América do Sul da Bourgogne. Stéphanie Gaitey, representante do grupo Bernard Loiseau de hotéis e restaurantes na França. Jean Claude Cara, embaixador das Relações Brasil Bourgogne.





       A coisa que mais faço com amor e dedicação é olhar: os gostos, a expressão dos cheiros, os detalhes à mesa, o comportamento de prazer que tem o ser humano, os diálogos, inclusive as interpretações alheias… Muito estimulante e um privilégio participar da atmosfera criada nos cuidados da comitiva tão expressivamente gentil e assim como Jean um anfitrião como exigiu a apresentação pela encantadora Bourgogne. que foi simples e puro em suas colocações, 
Canalizei a satisfação dos amigos frente aos pratos do "climat" escolhido para  este encontro o  Restaurante BRAVIN – que harmonizou perfeitamente com os vinhos.




       Das ostras, possantes e metálicas na boca acompanhou com o Chablis grand cru Bougros Domaine du Colombier 2011.



       O Segundo Bourgogne foi o Chassagne-Montrachet premier cru Les Baudines, Domaine Jouard, 2011 para seguir a sardinha em escabeche.



       Com o `atraente` bouef bourguignon (a `isca` perfeita para voltar sempre) foi casamento eterno com Mazoyères-Chambertin grand cru Domaine Taupenot-Merme 2007.





        A `Dupla` - brillat-savarin e o époisses - acompanhados de pain d'épices. PERFEITO! Fez par ao  Pommard La Chanière de Cathetine et Claude Maréchal, 2010.





      E o suave manjar de coco, que teve um sugestivo toque de creme de cassis. E a ratafia para finalizar estava lá! Faz parte do que é a Bourgogne simples e pura.




        E  é sempre assim, marcada por histórias porque toda essa harmonizaçao começou com o kir, na parceria o  creme de cassis da Bourgogne.


     Com respeito a Daniella Bravin, assim como sua casa acolhedora é a sua maneira de receber: foi nos servindo uma taça de rosé Cave Amadeu na chegada...




   Tenho o dever de mencionar que o apoio que Jean vem oferecendo não somente em meus projetos relacionados só reforçou seguramente que esse foi mais que um encontro de apaixonados que entendem a proposta e colaboram de forma preciosa no consumo  através da enologia do espirito bourguignon. 

Enquanto isso... 

A Bourgogne tem a missão de nos desmontar! Desmonstar e montar brilhantemente direitinho...


 E,

fazer refletir que batalhar por valores ou ainda lutar por aquilo que se acredita é como escrever na areia: um trabalho diário, incessante e teimoso.


Touché!




Bravin –
Rua Mato Grosso, 154 – Higienópolis – São Paulo/SP
Tel: (11)2659-2525
Horário de funcionamento:
-Segunda: fechado
-Terça à quinta: 19h à 01h
-Sexta à sábado: 19h à 01h30
-Domingo: 13h às 17h