Translate

segunda-feira, 28 de julho de 2014

VINOTERAPIA: Mathilde Cathiard Thomas.


       Muito já se falou sobre isso, mas eu nunca registrei sobre a terapia do vinho como 
``propriedades terapêuticas``, pois bem, achei finalmente o ponto do livro em que leio algo a que me ``familiarizo`` e mais algumas informações precisas me traz aqui a vontade de compartilhar.

Autoria da obra desconhecida (por mim)

Vinoterapia segundo estudos científicos envolve, além dos banhos vínicos, produtos feitos a base de uvas, que prometem pele jovem e bonita. Atuam na proteção do colágeno e elastina e na prevenção da destruição dos ácidos hialurônicos. Isto tudo, porque utilizam na fabricação de cremes, além do óleo da semente da uva, a polpa e a casca da fruta, ricos em polifenóis, substâncias capazes de combater os radicais livres que estão por trás de manchas e rugas da pele envelhecida.

Mas voltando a origem dessa história!
Mathilde Cathiard Thomas, a francesa que deu inicio à vinoterapia fundando as Termas de Caudalie, em Bordéus, o primero spa do vinho do mundo. A história que se conta é que em 1993 um professor universitário, durante as vindimas da familia de Mathilde em Château Smith Haut Lafitte, (uma das casas de vinho mais prestigiadas de Bordéus ), partilhou com eles a sua surpresa e interpelou: ”Sabiam que estão a deitar fora um tesouro?”. Referia-se ás grainhas e cascas que, no processo da vindimia, iam para o lixo. Um professor na Universidade de Farmácia de Bordéus, Joseph Vercauteren, manifestou à familia as capacidades antioxidantes das uvas e, principalmente, a riqueza dos polifenóis que protegem o organismo dos radicais livres e dentro os quais destaca-se o resveratrol, gerador de defesas imunitárias e que contribui para uma maior longevidade.

No Brasil, na cidade de Bento Gonçalves, empresas ligadas a vitivinicultura, cuja maior acionista é a Miolo, se uniram para a construção de um centro semelhante ao de Bordeaux. 
Também em Gramado, no Rio Grande do Sul, existe o Kurotel, um Centro de longevidade e Spa, dedicado a vinhoterapia. Aqui uma seleção do melhor que se faz em matéria de vinoterapia.

As castas mais usadas são o Chianti, com as suas propriedades relaxantes; o Cabernet e o Merlot, que ajudam a eliminar as células mortas de pele; o Sauvignon, usado habitualmente nas massagens e que tem propriedades tranquilizantes; o Lambrusco, rico em minerais, que ajuda à manutenção da pele e o Rioja, usado em tratamentos e cosméticos. Como principais tratamentos, destacam-se as imersões, as massagens relaxantes com pindas, os envolvimentos, e as esfoliações .

Touché!