Translate

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Como fazer um barril? Aqui a explicação na "Maison Louis Latour" (Burgundy)




O primeiro barril foi fabricado com o foco de transportar. Hoje em dia, a sua produção ainda é feita de forma artesanal e, é uma arte! O que requer mão de obra especializada para lidar com as ripas de madeira.
Madeira essa feita apartir do carvalho francês ou americano, mas outros também apartir de madeiras como ``acacia``.

Depois de alguns anos ao ar livre tomando chuva, vento e outros elementos, as madeiras após secas são levadas a oficina em placas com o comprimento exato, para que tomem forma de barril, são aproximadas 25 a 30 arremates até finaliza-lo.

A formação da primeira carcaça que envolve barril com as primeiras `cintas` tem exercido sobre ela um aquecedor (fogueira) para aquecer sendo alimentado por madeira de carvalho, frequentemente  durante a operação. Isto é o que permite que as placas obtenham uma forma mais arredondada para fazer o formato. Depois de meia hora o barril é novamente circulado permanentemente e mais uma vez aquecido, por um cozimento  a lenha em profundidade para dar alguma intensidade de aromas de madeira para o vinho:
- Baixa, 30 minutos a 120 ° C,
- Média de 35 minutos a 160 ° C
- Média-Alta 40 minutos a 180 ° C
- Forte, a 45 minutos a 200 ° C.

Quanto mais calor, mais o vinho vai ter um gosto refletido por notas de baunilha, coco ...

E ao final é feita as introduções dos furos, que permitem na cava a opção de uma toneira alem do bujão (por onde é preenchido com o vinho)





Aqui a fabricação de um tonel da tanoaria na casa de Louis Latour, na Bourgogne.



Touché!