Translate

quarta-feira, 28 de março de 2018

A BOURGOGNE POR JASPER MORRIS

Jasper Morris não queria passar horas e horas em audiências nos tribunais e reuniões com clientes. Trocou o Direito pelo prazer dos vinhos. Em 1981, depois de alguns anos trabalhando em lojas de vinho em Londres, abriu a Morris and Verdin, pela qual viajava para a França atrás de rótulos para o negócio. Logo seu GPS mudou: em vez dos chenins blancs do Loire, dos Bordeaux, ele se apaixonou pelos terroirs da Bourgogne. Suas duas primeiras visitas e degustações foram com Dominique Lafon e Coche Dury. “Não foi um mau início”, brinca. 









continua aqui:



http://pisandoemuvas.com/2018/02/28/a-bourgogne-por-jasper-morris/



@pisandoemuvas twiter/instagram